HOME Home
 
 
KATOOMBA EVENTS
   

Katoomba XIV Brasil
Evitando o Desmatamento na Amazônia: REDD e Mercados PSA
Cuiabá, Mato Grosso, Brasil
1 - 2 de abril de 2009

See site in English

A 14ª Reunião Katoomba foi realizada em Mato Grosso, em parceria com o Governo do Estado do Mato Grosso. A presença e a participação do governador Blairo Maggi incentivou outros governadores da região amazônica, inclusive os dos Estados do Amazonas, Pará, Rondônia e Acre, assim como os governadores de Santa Cruz de la Sierra na Bolívia e Loreto, no Peru, a participarem do evento. Durante as apresentações do painel, os governadores expressaram sua vontade de criar um posicionamento unificado sobre o REDD para apresentar na conferência sobre clima em Copenhagen, em dezembro.

A presença do Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, foi outro destaque no evento, que incluiu a assinatura de uma nova lei entre o Estado do Mato Grosso e o Governo Federal. A nova lei, chamada “MT Legal” dá anistia temporária aos agricultores e fazendeiros em Mato Grosso, garantindo a eles até quatro anos para reflorestar suas terras e legalizá-las. Segundo a lei brasileira, os proprietários de terra na Amazônia Legal devem manter 80 por cento da cobertura vegetal em sua propriedade. Porém, essa lei nem sempre é seguida.

Um outro avanço significativo durante a conferência foi uma reunião entre Anthony Brunello, Secretário Adjunto de Mudança Climática e Energia do Estado da Califórnia, e os Secretários Estaduais de Meio Ambiente do Amazonas, Acre, Mato Grosso e Pará para dar continuidade ao trabalho iniciado na Cúpula do Clima, realizada na Califórnia em novembro passado, que visa estabelecer acordos entre aqueles Estados para compensar as emissões na Califórnia com esforços de conservação na Amazônia, provavelmente por meio do REDD. Foi marcada uma reunião de acompanhamento na Califórnia, ao final do verão.

Outro importante produto da conferência foi a Declaração de Cuiabá, que pede ao Governo Federal do Brasil para rever sua oposição aos pagamentos diretos do estrangeiro para pessoas e entidades que reduzirem as emissões de gás de efeito estufa resultantes do desmatamento e da degradação da floresta (REDD), além de envolver mais atores no processo de elaboração de política para a mudança climática. A declaração já foi assinada por 175 organizações representativas de fazendeiros, comunidades indígenas, organizações não governamentais, cientistas e negócios. A carta será apresentada aos governadores dos Estados amazônicos e ao Presidente Luiz Ignácio Lula da Silva nas próximas semanas. A consulta pública contou com a presença inédita de 1.500 pessoas, enquanto a reunião privada foi atendida por 150 pessoas.

Para ler a carta, acesse: http://www.icv.org.br/w/library/lettercuiaba.pdf

O GRUPO KATOOMBA trabalha com os principais desafios para o desenvolvimento de mercados para serviços ambientais, desde facilitar a legislação para a criação de novas instituições de mercado, até estratégias de elaboração de preço e marketing e monitoramento de desempenho. O grupo busca atingir sua meta por meio de parcerias estratégicas para análise, intercâmbio de informações, investimentos, serviços de mercado e apoio à políticas públicas. O Grupo Katoomba inclui mais de 180 peritos e profissionais do mundo todo, que representam uma rede formada por colaboradores comexperiência em finanças comerciais, política públicas, pesquisa e apoio.
www.katoombagroup.org
Katoomba Group Logo
A FOREST TRENDSé uma organização internacional sem fins lucrativos que trabalha para expandir o valor das florestas para a sociedade, promover o manejo e a conservação florestal sustentável por meio da criação e captação de valores de mercado para serviços ambientais, apoiar projetos inovadores e empresas que desenvolvem esses novos mercados, e melhorar os meios de vida das comunidades que vivem nas florestas e no seu entorno. Forest Trends analisa questões de mercado e políticas publicas, catalisa conexões entre produtores, comunidades e investidores, desenvolvendo novas ferramentas financeiras para fazer com que os mercados beneficiem a conservação e as comunidades.
www.forest-trends.org
Forest Trends Logo
O ESTADO DE MATO GROSSO se encontra em um momento de rápido crescimento de sua agroindústria. Hoje, o estado é o maior produtor de soja e algodão do país. Mato Grosso também possui o maior rebanho bovino do Brasil e tem vários programas para desenvolver a suinocultura local. Todo o desenvolvimento da agroindústria acontece, principalmente, pelos investimentos científicos e, também, pelo respeito à conservação do meio ambiente. Por causa da localização estratégica, Mato Grosso tem um papel fundamental nas discussões ambientais. Mato Grosso é o único estado brasileiro que possui três biomas diferentes: pantanal, cerrado e amazônia. Durante o 14th Global Katoomba Meeting o governo de Mato Grosso pretende apresentar um projeto inovador de REDD, que está sendo desenvolvido em parceria com ONGs do setor ambiental.
www.mt.gov.br
Mato Grosso Government Logo

USAID
Grupo Andre Maggi

World Bank
World Bank

Gordon and Betty Moore Foundation
Biological Capital

Biological Capital

Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazonia
Instituto SocioAmbiental
The Nature Conservancy

Woods Hole Research Center
Instituto Centro de Vida
Instituto Centro de Vida

Centro das Industrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso
FAMATO
SEBRAE

FECOMERCIO/MT
APROSOJA
AMPA

Projeto Dialogos
FIEMT
ACRIMAT

Entrance to the meeting
Entrada ao Evento (Foto: Rebecca Vonada)
AGENDA DO EVENTO


MATERIAS DE ANTES DO EVENTO

índios do Xingu
índios do Xingu (Foto: Rebecca Vonada)
APRESENTAÇÕES DO EVENTO

AGENDA DA REUNIÃO PARTICULAR

Imagems do Pantanal
Imagems do Pantanal (Fotos: Rebecca Vonada, Kate Hamilton)

APRESENTAÇÕES DA REUNIÃO PARTICULAR

Newspapers from the meeting